Greca apoia e reconhece catadores de recicláveis

Perto de 1.000 trabalhadores, verdadeiros agentes ambientais, são atendidos por parceria 

O prefeito Rafael Greca, candidato à reeleição pelo DEM, visitou nesta segunda-feira (19/10), no Parolin, cooperativas de catadores de materiais recicláveis. O apoio e o reconhecimento da importância do trabalho dos catadores foi compromisso assumido e cumprido por Greca desde o início da sua atual gestão, em 2017.

Greca abriu processo de credenciamento e 40 associações e cooperativas passaram a ser parceiras do município, recebendo 100% dos materiais recicláveis recolhidos pela coleta seletiva. Em média, 1.700 toneladas ao mês são recepcionadas pelos cerca de 1.000 trabalhadores beneficiados pelo projeto que ajuda Curitiba a se manter mais limpa e sustentável.  

“Chegamos em 2020 ao repasse de R$ 12 milhões para as associações, 350% a mais do que era repassado em 2016. Também fizemos campanhas para sensibilizar a população e ampliar a separação dos recicláveis e, neste processo, os catadores foram os protagonistas”, explicou Greca.

Cada associação parceira recebe remuneração conforme a quantidade de material recebido, valor que é utilizado para suprir as despesas. O lucro vem da venda dos materiais separados nos barracões.

O prefeito ainda citou a criação do conceito do CDR, o combustível derivado de resíduos que é formato pelos materiais não passíveis de comercialização e são encaminhados para que as indústrias cimenteiras utilizem para queima em seus fornos.

“Queremos avançar ainda mais na próxima gestão, implantando mais duas centrais para materiais recicláveis. Uma de beneficiamento e outra de comercialização, tudo feito em parceria com as associações e cooperativas para agregar valor ao produto e aumentar a renda dos catadores”, apontou Greca.

Raízes – Lançado em 2007, o Ecocidadão, programa que celebra a parceria entre o município e os catadores de recicláveis, tem as suas raízes ainda na década de 1990, durante a primeira gestão do prefeito Rafael Greca. O “Carrinheiro Cidadão”, lançado pela primeira-dama Margarita Sansone, levou Curitiba a ser reconhecida pela Organização das Nações Unidas com o Prêmio Mundial do Habitat, em 1996.