Greca detalha investimentos em obras nos próximos anos

Prefeito participou de encontro promovido pelo Sindicato da Indústria da Construção Civil no Estado do Paraná (Sinduscon-PR)

O prefeito Rafael Greca, candidato à reeleição pelo DEM, garantiu nesta quarta-feira (28/10), em encontro com representantes do Sindicato da Indústria da Construção Civil no Estado do Paraná (Sinduscon-PR), que o município vai apoiar ainda mais as empresas que geram emprego e renda em Curitiba, como o setor de incorporação e construção da capital. “Somos parceiros na retomada econômica pós-covid. Vamos cada vez mais trabalhar juntos nos próximos quatro anos”, reforçou Greca.

O encontro na sede do Sinduscon-PR, transmitido ao vivo pelo Youtube para 200 associados, teve a participação do vice-prefeito Eduardo Pimentel; de Rodrigo José Zerbeto Assis, presidente da entidade; dos vice-presidentes Carlos Augusto Emery Cade e João Carlos Perussolo; e o diretor executivo, João Guido Campêlo.

Os representantes do Sinduscon-PR aproveitaram o encontro para agradecer a aprovação da nova Lei de Zoneamento, que entrou em vigor este ano. A lei, e que simplifica a legislação, alinha às regras mundiais de urbanismo e aos interesses da cidade, com destaque ao fomento à habitação em áreas infraestruturadas e a geração de emprego e renda com a ampliação das áreas de uso para o comércio e serviços.

Greca reiterou que sua gestão não está medindo esforços para recuperar a economia da capital, sempre pensando no equilíbrio saúde e economia. “O Plano de Retomada Pós-Pandemia de Curitiba prevê mais de R$ 1 bilhão em investimentos em obras nos próximos quatro anos, como a implantação do novo Inter 2 e a reurbanização do bairro do Caximba, que devem gerar 85 mil empregos para os curitibanos”, destacou.

O prefeito lembrou também que, nos últimos anos, sua gestão modernizou serviços e reduziu a burocracia para agilizar a abertura de empresas. “Cidadão e empresas passaram a solicitar pela internet os principais serviços de licenciamento urbano”, reforçou Greca.

Atualmente, 28 serviços estão com os processos automatizados via portal da Prefeitura. Destaque para a obtenção do alvará de construção, que passou a ter licenciamento eletrônico simplificado e integrado com as secretarias envolvidas, possibilitando através de um único protocolo a obtenção do documento de forma ágil e transparente.

REDESIM – Greca lembrou ainda que uma importante conquista de sua gestão foi a integração de Curitiba à Rede Nacional para a Simplificação do Registro e da Legalização de Empresas e Negócios (REDESIM). O sistema permite a abertura, fechamento, alteração e legalização de empresas em todas as Juntas Comerciais do Brasil. Curitiba era uma das poucas cidades do Paraná e uma das poucas capitais não integradas à REDESIM.

“Até a gestão passada, o tempo de espera para abrir uma empresa em Curitiba era em média 40 dias. A partir dessa integração promovida por minha gestão, a abertura passou a ser realizada em 2 dias”, disse Greca.

Durante o encontro com os dirigentes do sindicato da construção, Greca também detalhou várias propostas de gestão para os próximos quatro anos. “Vamos implantar o novo Inter 2 por 28 bairros, com terminais multimodais integrados, estações autossustentáveis e ônibus elétricos, bem como o novo Ligeirão Leste-Oeste”, destacou.

O prefeito também explicou como será a ampliação da integração de toda a Região Metropolitana e a adoção de novas soluções para a mobilidade urbana, como a ampliação da rede de ciclovias.