Greca retoma compromissos e visita obras da Linha Verde

Esforços surtem efeito e não há nenhum serviço abandonado ou paralisado na via que cruza Curitiba de norte a sul

Após superar a pneumonia causada pela covid-19, o prefeito Rafael Greca, candidato à reeleição pelo DEM, retomou nesta terça-feira (6/10) seus compromissos e visitou as obras da Linha Verde. A via de mais de 22 quilômetros corta Curitiba de norte a sul e, na atual gestão, teve o trabalho de melhoria e modernização recuperado e conta com serviços a partir do viaduto sobre a Avenida Victor Ferreira do Amaral até a região do Atuba, nos limites com o município de Colombo.

O desafio de concluir a Linha Verde está sendo vencido por Greca. Hoje, a grande avenida de até doze pistas não apresenta mais nenhuma obra abandonada ou paralisada nos três lotes em execução: 3.1 (trecho entre a Avenida Victor Ferreira do Amaral e a Rua Fagundes Varela), 3.2 (trincheira que liga Bairro Alto e Bacacheri pelas ruas Fúlvio José Alice e Amazonas de Souza Azevedo) e 4.1 (entre o Conjunto Solar e o Atuba).

“Vim ver serviços na Linha Verde e está tudo em dia, dentro do cronograma. No Atuba, a trincheira, os viadutos e suas alças estão nascendo. A obra é complexa, mas os obstáculos serão superados e a Linha Verde se tornará a grande avenida da integração metropolitana”, apontou Greca.

As obras sofreram um grande impacto após a rescisão contratual com a empresa que executava os serviços, em agosto de 2019. A rescisão se deu depois de serem aplicadas 144 notificações à construtora por atrasos e inconformidades na execução das obras.

No lote 4.1 foi possível convocar a segunda colocada no processo licitatório para seguir com a obra. Porém, nos lotes 3.1 e 3.2 uma nova licitação teve que ser feita. Novas empresas foram então contratadas para executar o saldo remanescente das obras.

“As obras que estão em pleno andamento só se tornaram possíveis porque, em 2017, recuperamos as finanças de Curitiba, eliminamos as dívidas e retomamos os financiamentos. Com empenho e muito trabalho, estamos fazendo com que as obras da Linha Verde aconteçam”, disse Greca.

As obras em execução na Linha Verde, que também serve ao sistema de transporte coletivo de Curitiba e de municípios da Região Metropolitana, têm a previsão contratual de serem concluídas em dezembro de 2021.