Mais tecnologia no auxílio da Saúde e da Educação

Prefeito Rafael Greca expõe suas propostas em entrevista na emissora de rádio Light FM

O prefeito Rafael Greca garante que a tecnologia – amplamente usada por sua gestão durante a pandemia para incentivar o isolamento social e manter a excelência dos serviços municipais – continuará a ser uma grande aliada do Poder Público nos próximos quatro anos, durante sua próxima gestão. A proposta foi divulgada pelo candidato do DEM à reeleição nesta terça-feira (13/10), em entrevista à apresentadora Maria Rafart, que comanda o programa Light News, na rádio Light FM.

Na área da Saúde, Greca contou que a teleconsulta veio para ficar e também será usada para facilitar o fluxo de atendimentos nas especialidades médicas. “Com a pandemia, houve represamento em algumas áreas. Na medida em que o combate ao novo coronavírus for permitindo – e isso já está acontecendo – vamos intensificar o uso de aplicativo e telerregulação”, explicou Greca.

O uso das ferramentas tecnológicas e a gestão eficiente permitiram que, a partir de 2017, fosse possível reduzir as filas em até 99% em especialidades como hematologia, endocrinologia, cardiologia e ortopedia.

A tecnologia também continuará a ser uma grande aliada da Educação, complementando o trabalho dos professores em sala de aula. Greca lembrou que, devido à pandemia do novo coronavírus, a TV Escola Curitiba iniciou as atividades em abril de 2020, com videoaulas dos componentes curriculares. Já são mais de cem mil inscritos e mais 19,2 milhões de visualizações, desde a estreia.

“Sem esquecer da música, da poesia, da sensibilidade, do saber ler e do saber contar, vamos continuar a trabalhar a ideia de inovação com os curitibinhas”, disse Greca, em referência às atividades de Educação já oferecidas nos Faróis do Saber e Inovação.

A capital ganhou, durante a gestão Rafael Greca, 33 unidades de prototipagem e robótica, com impressoras 3D, em todas as dez regionais, que desenvolvem nas crianças a “cultura maker” (faça você mesmo).

Além das unidades da Rede Municipal de Educação existentes, entre escolas, espaços de atendimento especial e centros municipais de educação infantil (CMEIs), Greca contou que está no seu plano de governo abrir novas escolas em tempo integral em bairros mais vulneráveis. Atualmente, são 100 unidades em tempo integral e mais 25 serão abertas até o fim de 2024.

“Quero melhorar cada vez mais a educação em Curitiba, com mais escolas, creches e Faróis do Saber e Inovação”, apontou Greca.

Greca aproveitou a entrevista na rádio Light FM para alertar a população de que o pleito deste ano não é para saber se ele fica no comando da Prefeitura e, sim, como fica a vida dos curitibanos, como fica Curitiba e como será a volta por cima da capital no pós-pandemia.

“Vamos continuar no nosso plano de cidade inteligente, com serviços de excelência para os cidadãos. Teremos o Bairro Novo da Caximba, a requalificação do corredor do Inter 2, uma grande carteira de obras. Tudo isso planejado por um prefeito muito empolgado em fazer Curitiba voltar aos patamares de pujança e alegria antes de março, antes da pandeia”, reiterou Greca.